Cá entre nós - A chegada do bebê

Na semana passada rolou um movimento viral bem bacana nas redes sociais com a #nãoaoaborto, eu adorei ver tantas amigas em seus mais lindos momentos, o de gerar uma vida. Isso me deu a ideia de compartilhar com vocês os meus anseios com a chegada do bebê, o que se passa na cabeça de uma mulher quando descobre que está grávida, a sensação inigualável do som dos batimentos cardíacos, dos medos, da espera interminável pela 40ª semana.. Afinal, o que muda com a chegada do bebê?

O Cá entre nós de hoje está no ar!!!


Eu sempre esperei por esse momento e meu marido e eu resolvemos que teríamos um bebê quando estávamos prestes a completar 4 anos de casados. Quando soube que tinha sido agraciada com a dádiva de ser mãe minha vida se encheu de alegria e minha felicidade foi muito grande, claro que fiz questão de preparar uma linda surpresa para o papai, contando de uma forma bem carinhosa, comprei um sapatinho e chupeta, embalei e escrevi uma carta, na carta o bebê informava ao papai que estava a caminho =0)

Nossa felicidade era muito grande, pois queríamos muito ser pais e Deus tinha nos abençoado, após esse período de extrema felicidade e empolgação começaram as preocupações, confesso que orava muito e pedia muito para que tudo corresse bem com aquele bebê, que ele pudesse ser perfeito... enfim, a primeira ultrassonografia  foi um dos momentos mais emocionantes da minha vida, parece que consigo me lembrar como se tivesse revivendo agora, olhar a imagem e enxergar uma ervilha, mas escutar um batimento forte como se o meu coração estivesse batendo fora do corpo foi uma sensação inexplicável, impossível não derrubar lágrimas nesse momento, semanas após o primeiro ultrasson já não sentia tanto mal estar, aos 5 meses de gestação já sentia o bebê mexer e a essa altura eu já sabia que era a minha pequena Livia quem eu  carregava em meu ventre.

Ao final da 37ª semana já não aguentava de tanta ansiedade e as noites estavam ficando cada vez piores, sem posição para dormir e com muito formigamento nas mãos chegou o momento de decidir, esperar pelo parto normal ou optar pela cesárea?
Mais um momento de difícil escolha, sempre quis ter um filho de parto normal, mas nesse momento a decisão envolve tantas questões e na ocasião eu estava com candidíase por causa da imunidade muito baixa e a minha médica me explicou sobre os riscos que o bebê sofreria com o contato, entre outras questões optei pela cesariana, minha pequena Livia veio ao mundo com 38 semanas e 7 dias, muito saudável (graças à Deus), no momento do parto a Livia estava sentada, nesse momento vi que minha escolha foi acertada, pois no tamanho que ela já estava a médica me explicou que ela provavelmente não viraria. 

Minha pequena Livia nasceu as 10:28h do dia 23/07/10 com 50 cm e 3.650 Kg.
Quer saber sobre o momento mais mágico na vida de uma mulher? Ouvir o choro do seu bebê, nessa hora o mundo para e você só consegue sentir a magia do momento invadir sua alma, ela estava ali olhando em minha direção, ao ouvir o som da minha voz ela parou de chorar, daí foi a minha vez de derramar lágrimas, de alegria, de felicidade, de saber que a partir daquele momento eu nunca mais estaria sozinha no mundo, a partir dali tinha uma razão muito maior para que eu vivesse, e eu não via a hora de começar a sentir todo o prazer e felicidade de ser mãe... 

Continua...


6 comentários:

  1. Respostas
    1. Ai amiga!!! Momento indescritível não é mesmo?
      Beijo <3

      Excluir
  2. Nossa amiga,que lindo,eu senti emoção só em ler,já sou quase mãe e posso imaginar a alegria de ter um bebê nos braços,um filho,presente de Deus.
    amei o post
    beijoss

    Blog Moda e Bom Gosto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! É maravilhoso! Não vejo a hora de ver seu baby, certamente será lindo (a)

      Excluir
  3. Momento maravilhoso e indescritível... Ainda mais q faltam 2 dias para 40 semanas!!! Sofia, a mamãe não aguenta mais de ansiedade 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai amiga, que emoção! Está chegando a hora! Deus abençoe vocês! Beijos

      Excluir